terça-feira, 3 de junho de 2008


Jaquisson Perivaldo
trabalha embutindo restos de miudos de porco numa lojinha velha situada numa esquina da rua Quito, na Penha, para o orfanato de dona Guiomar.
Wanderlei Difuntão, que foi achado num saco de lixo perto do Curtume Carioca, esse pequeno ser esquisito sentado no carrinho, mora e vigia a lojinha à noite.
Com o pouco que ganha, Perivaldo compra comida e contrata profissionais do sexo para o seu amigo Wanderlei, mas algumas dessas mulheres preferem devolver o dinheiro a se deitar com tão repugnante criatura.

4 comentários:

Mariana Massarani disse...

Bacanerrimo!
Até que enfim o seu proprio blog!
Um beijo!

rozapalomanes disse...

Lula,
Está demais seu blog! Parabéns pelo trabalho e muito sucesso. É, a Rua Quito está mesmo entranhada em você! Beijos...
Roza

Lula Palomanes disse...

Valeu, Roza.
Não é só a rua Quito, não.
Tem a rua do Paulistano, no Mendanha; Cosmos; Senador Camará; Laranjeiras....
Beijo,
Lula.

Carmen Marina disse...

Seu nome não fez sentido quando o conheci , mas seu traço me é muito familiar das leituras do saudoso JB .
Inconfundível , puro talento criador !
Carmen Marina Sande